Skip to main content

ESTRADA ELÉTRICA

ESTRADA ELÉTRICA

Alemanha inaugura sua primeira autobahn elétrica

Alemanha estreia trecho rodoviário com linha elétrica que fornece energia a caminhões híbridos

A primeira autobahn elétrica da Alemanha, voltada para o transporte de cargas, foi inaugurada, terça feira (07/05) perto de Frankfurt.

ESTRADA ELÉTRICAAgora a Alemanha conta com um trecho de rodovia eletrificada: dez quilômetros da Autobahn na passagem pelo Estado de Hesse, região central do país, onde foi instalado um sistema de condutores elétricos aéreos, as catenárias, parecido ao utilizado por trens para obter energia. Mas, neste caso, o sistema alimenta caminhões híbridos.

 

Estes caminhões têm dois meios de propulsão; um motor a diesel convencional e um motor eletrico. Diferentemente de outros veículos híbridos, o motor de combustão não fornece energia ao motor elétrico.

Em vez disso, os caminhões híbridos desenvolvidos pela Scania contam com pantógrafos instalados no teto, como nos trólebus, que se levantam para fazer contato com a catenária da qual os veículos obtém a eletricidade. A mesma conexão através do pantógrafo serve para devolver à rede elétrica o excesso de eletricidade, por exemplo, a que se produz quando o caminhão freia ou quando reduz a marcha.

Para mudar o modo de funcionamento do caminhão- passar do motor a diesel para o motor elétrico-o motorista não tem de fazer muita coisa; o pantógrafo “inteligente” se ativa automaticamente quando chega a um trecho de estrada eletrificado, desde que o veiculo circule com velocidade máxima de 90 km/h, e se desconecta e se recolhe de novo quando o caminhão esta a ponto de sair desse trecho. O motor a diesel começa, então, a funcionar.

Embora o sistema não seja muito distinto do utilizado pelos trólebus, existe uma diferença importante; ao contrario dos trólebus, os caminhões híbridos podem circular fora das linhas elétricas de forma convencional, utilizando o motor a diesel.

A Siemens começou a desenvolver o sistema eHighway em 2012,primeiro em um trecho “privado” de estrada,usado para testes,com 1,5 quilometro de extensão.Neste trecho foram realizados testes que somaram milhares de quilômetros.Desde o ano passado, os testes estão sendo feitos em vias publicas,com trafego real.

Antes de ser instalado neste trecho de rodovia inaugurado alguns dias atrás na Alemanha,o mesmo sistema já funciona desde o ultimo ano na Suécia,em um trecho de dois quilômetros na autoestrada E16.A Suécia financiou parcialmente o projeto para avaliar soluções que a ajudem a alcançar seu objetivo:abandonar os combustíveis fosseis no setor de transportes antes de 2030

Leia também:

EXPRESSO TURÍSTICO

LINHA DA CULTURA METRÔ SP

ESTRADA ELÉTRICA

Importante, porem, que a energia elétrica seja proveniente de fonte limpa.

Uma das vantagens do sistema eHighway é que ele pode ser instalado em estradas convencionais sem que seja um obstáculo para os demais veículos,nem mesmo para outros caminhões, Os outros veículos e caminhões não eletrificados podem continuar utilizando todas as faixas normalmente.Segundo a Siemens,também não são necessárias grandes mudanças na legislação atual.

Os novos trechos candidatos à eletrificação seriam aqueles com grande movimento de caminhões de mercadorias que não tem a opção do transporte ferroviário.

Para usar as eHighways,os caminhões devem estar adaptados e contar com propulsão elétrica e pantógrafo.

A potencia elétrica fornecida pelo sistema é capaz de mover caminhões de 40 e de 60 toneladas com o dobro de eficiência em relação aos caminhões convencionais-mais de 80% de eficiência(a relação entre a energia consumida e a energia realmente aproveitada),segundo a Siemens.

Isso se traduz em uma importante redução no consumo de combustível e nas emissões locais de dióxido de carbono:até 6 milhões de toneladas de CO2 a menos por ano caso sejam eletrificados 30% dos caminhões de mercadorias que circulam pela rodovias alemãs.

 

Fonte: TECNOLOGIA- www.brasil.elpais.com/brasil

http://www.comprasustentavel.com.br/estrada-eletrica.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *