Skip to main content

METRÔ e a POLUIÇÃO de SÃO PAULO

METRÔ e a POLUIÇÃO de SÃO PAULO

METRÔ e a POLUIÇÃO de SÃO PAULO

Em 2018 a operação do Metrô evitou a emissão de 855 mil toneladas de poluentes. No período, 469 milhões de litros de combustíveis deixaram de ser queimados.

O Metrô de São Paulo é reconhecido por sua agilidade, segurança, alta capacidade de transporte e emissão quase nula de poluentes, já que é movido a energia elétrica e não por combustíveis fosseis.

Quando colocados em números e analisados a partir de critérios técnicos, esses benefícios se tornam visíveis e quantificáveis.

A economia de combustíveis é estimada em R$ 1,6 bilhão, resultado da redução de 469 milhões de litros de combustíveis e não emissão de 855 mil toneladas de gases provenientes da queima de derivados de petróleo e etanol, só em 2018.

No total, é possível afirmar que R$ 12,1 bilhões é o impacto econômico positivo proveniente da atividade metroviária na cidade, em 2018.

Os ganhos obtidos no ano passado com o item Redução no Tempo de Viagens, que sozinho trouxe benefícios da ordem de R$ 7,5 bi,foi consequência direta da expansão da rede e investimentos em modernização e recapacitação de sistemas e frotas.Outros dois aspectos relevantes são a Redução Custo Operacional em relação ao transporte coletivo e individual sobre pneus,com R$ 2,5 bi de economia para a sociedade e a Redução no Consumo de Combustível,item que contribuiu com uma queda de quase 470 milhões de litros de derivados de petróleo e etanol,perfazendo R$1,6 bi de economia financeira a favor da população da cidade.

A não emissão de poluentes provenientes da queima de   combustíveis derivados do petróleo é uma das grandes contribuições do sistema metroviário da cidade de São Paulo.Em um conceito de Crescimento Sustentável o transporte coletivo alimentado por energia limpa é a  solução para acabar com a poluição das cidades.Não se pode esquecer que mesmo sendo energia elétrica, tem-se que observar sua geração. Tem que ser energia elétrica proveniente de fonte limpa.

Deve-se somar neste contesto de sistema de transporte metroviário, a malha operada pela CPTM e os sistemas de metrô operado pelas concessionárias particulares.

Leia também:

PANES – METRÔ E CPTM

CPTM – TRENS METROPOLITANOS

 

METRÔ e a POLUIÇÃO de SÃO PAULO

São Paulo, também possui sistema de ônibus elétricos, trólebus.

Sob o aspecto de saúde ainda é possível afirmar que o Metrô de São Paulo “salvou” ao menos 9 mil pessoas de sofrerem acidentes no transito da cidade em 2018. A segurança do metro é fundamental para a diminuição de acidentes no transito da cidade e o numero de vitimas. Menos acidentes, menos vitimas, menos dispêndio com despesas relacionadas à saúde publica.

#O Metrô de São Paulo opera quatro linhas na cidade (1,2,3 e 15) totalizando 64,7 km,58 estações e 169 trens,que atendem 3,9 milhões de passageiros,diariamente de segunda a sexta.

-Sempre se lembrando das linhas de sistema metro operadas pelas concessionárias e o sistema de trens metropolitanos operados pela empresa do estado CPTM.

Concessionárias de sistema metrô:

  • ViaQuatro – Linha 4 amarela
  • ViaMobilidade – Linha 5 Lilás
  •  Companhia Paulista de Trens Metropolitano-CPTM opera trens em uma malha de 273 km , 7 linhas ,94 estações e atende 23 municípios em torno da cidade de São Paulo.
METRÔ e a POLUIÇÃO de SÃO PAULO
Heróis do Clima
Caco Galhardo ilustra gibi grátis sobre mudanças climáticas

 

Fonte: metrosp.blog.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *