Skip to main content

Investimento Chinês – Metrô

Investimento Chinês - Metrô

Investimento Chinês – Metrô

SP aposta em investimento chinês para retomar obras da CPTM e do METRÔ

O governador do Estado de São Paulo e outros cinco secretários estaduais apresentaram em Pequim, 21 projetos em busca de capital chinês. Durante a visita, eles se concentraram, principalmente, em conseguir investimentos em relação ao transporte coletivo, metroviário.

O governo esta em busca do capital chinês para as linhas 8 e 9 da CPTM ,assim como a retomada da linha 6Laranja do Metrô.Alem disso, a equipe também busca investimentos para o primeiro trem intermunicipal,que vai ligar,primeiro,Campinas à São Paulo,e demais projetos e concessões em parcerias públicoprivadas (PPPs).

Somente na área de transportes, os projetos podem atingir R$ 52 bilhões em linhas novas, como a que vai ligar Guarulhos ao centro de São Paulo e também a cidade de São Bernardo, no ABC paulista, à capital.

De acordo com o Governador, alem dos transportes, o governo também tem interesse em investimentos por parte da China, no setor de agronegócios brasileiros. A aposta esta no programa de desestatização. Os chineses são especialistas em programas de infraestrutura, investimentos em saneamento, em ferrovias, aeroportos, portos, e também em hidrovias, como é o caso da TietêParaná.

Investimento Chinês - Metrô

Leia também:

Segurança no Metrô Sp

Camisinhas Grátis!

 

 

Investimento Chinês – Metrô

BANCO CHINES AMPLIA ATUAÇÃO NO BRASIL

Os bancos do país asiático estão reforçando a atuação no país.

Com o aumento de investimentos de empresas chinesas no Brasil, diante das oportunidades de aquisição que surgiram com a crise e a retomada dos programas na área de infraestrutura, os bancos do país asiático estão reforçando a atuação no país.

Os cinco maiores bancos da China com presença no Brasil:.Banco Industrial e Comercial da China (ICBC)

 

Juntos, eles representam apenas 0,48% dos ativos totais do sistema financeiro brasileiro. Todavia, eles não precisam ter um balanço grande para operar no país, já que a maioria tem como foco a assessoria financeira e o suporte ao financiamento via repasse de linhas externas. Alem disso, contam com a vantagem de trabalhar com agencias de exportação e organismos multilaterais chineses para financiar obras de infraestrutura no Brasil.

O ICBC, maior banco do mundo em ativos segundo a S&P, no fim de 2016, pretende participar do financiamento de projetos de infraestrutura em parceria com o fundo BrasilChina, lançado em parceria com o governo brasileiro.

O Haitong assessorou a empresa chinesa China Gezhouba Group Corporation (CGGC) na compra da participação detida pelo consorcio liderado pela Camargo Correa e Andrade Gutierrez na Parceria Público Priva (PPP) da concessionária Sistema Produtor de Água São Lourenço (SPSL). O banco também prestou assessoria para o grupo chinês Pengxin na aquisição de participação na Belagrícola, do setor de agronegócio.

Alem dos bancos presentes no Brasil, outros investidores asiáticos estão interessados em financiar projetos de infraestrutura no país, como o Fundo de Cooperação e Desenvolvimento entre a China e países de língua portuguesa. Há ainda a expectativa de que o Fundo da Nova Rota da Seda, com US$ 40 bilhões de recursos, estenda os investimentos para a America Latina.

Alem dos financiamentos para empresas chinesas que estão investindo no Brasil, projetos de companhias brasileiras que envolvam a importação de maquinas e produtos do país asiático

podem contar com recursos do Banco de ImportaçãoExportação da China.

Os bancos chineses têm adotado estratégias diferentes para entrar no Brasil. O ICBC e o Bank of China decidiram abrir uma operação própria. Já o CCB adquiriu o BicBanco, o BoCom comprou uma participação de 80% do BBM e o Haitong entrou no país ao assumir as operações globais do Besi. Dos maiores bancos comerciais chineses,o único que não tem presença no Brasil ainda é o Agricultural Bank of China.

Fonte: Valor Econômico

Investimento Chinês - Metrô

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *