Skip to main content

Evolução Tecnológica – Metrô SP

Evolução Tecnológica - Metrô SP

Evolução Tecnológica – Metrô SP

As tecnologias presentes nas frotas atuais, que
entraram recentemente em operação nas linhas atingiram o nível atual em função dos diversos
estágios de evolução desde o primeiro projeto de 1974.

LINHA 1- AZUL:

Os primeiros trens da Linha 1-Azul, adquiridos na década de 70, utilizavam o topo da tecnologia ferroviária da época. A estrutura dos carros foi fabricada em aço inoxidável, proporcionando robustez e durabilidade, o controle elétrico dos motores do sistema de tração em corrente continua foi projetado com tiristores, tecnologia conhecida como chopper, que já proporcionava ganhos em economia em relação ao controle convencional por contatores e resistores, adotados em trens de passageiros da época.

Frotas A e B

Nº de trens: 51
Nº de carros: 306
1ª fase: 198 carros
2ª fase: 108 carros
Fabricante: Mafersa

LINHA 3-VERMELHA:

Adquiridos na década de 80 apresentavam grandes melhorias no sistema de tração com a incorporação do freio dinâmico, que utilizava os motores de tração também como elementos de freio e como regeneradores de energia.

Frotas C e D

N° de trens: 47
N° de carros: 306
N° de carros: 282
Fabricantes:
Mafersa: 22
Cobrasma: 25


LINHA 2 – VERDE:

Foram adquiridos no final da década de 90 e possuíam um controle microprocessado para os principais equipamentos eletrônicos de comando e controle, abolindo as lógicas de controle eletromecânico (lógica de reles). O desempenho do controle de patinagem de deslizamento das rodas pelo freio de atrito foi significantemente melhorado com o uso de microprocessadores.

Frota E

N° de trens: 11
N° de carros: 66
Fabricante: Alstom

LINHA 5-LILAS

Adquiridos no inicio da década de 2000, pela CPTM, apresentam
grandes inovações tecnológicas. Os motores de tração são em
corrente alternada e o controle de tensão e frequência por inversores
de potencia. Os inversores utilizam dispositivos semicondutores de
potencia do tipo IGBT e controle microprocessado. A tecnologia de
inversor com motores de tração em corrente alternada proporciona
economia de energia em relação a “chopper” com motores de tração
em corrente continua. O consumo de energia de trem com tração em
corrente alternada e ar refrigerado no salão de passageiros é menor
que o trem com tração em corrente continua e ventilação
convencional.

Frota F

N° de trens: 8
N° de carros 48
Fabricante: Alstom

LINHA 2-VERDE-EXTENSÃO

Adquiridos em 2009, apresentam inovações com a colocação de câmeras de segurança no salão de passageiros para monitoração operacional pela cabina de condução de forma inibir o vandalismo, ar refrigerado e sistema de detecção de incêndio. As portas são acionadas com motores elétricos, no lugar de motores pneumáticos, reduzindo o consumo de ar, e largura da porta de 1.600 mm facilitando o embarque e desembarque dos usuários.

Frota G

N° de trens: 16
N° de carros: 96
Fabricante:
Alstom
Frota H
N° de trens: 17
N° de carros: 102
Fabricante: CAF
O 1º e o 2º trem foram fabricados na Espanha,e os demais no Brasil

Leia também:

Evolução Tecnológica – Metrô SP

LINHA 5-LILÁS-EXTENSÃO

Os trens da frota P incorporam dispositivos que aumentam o conforto, a acessibilidade e a segurança dos passageiros; um sistema duplo de ar-condicionado em cada salão; o nível de ruído externo foi reduzido; portas com largura de 1.600 mm, para facilitar o embarque e desembarque; quatro câmeras de segurança internas em cada salão, uma interna e outra externa nas cabines, monitoram a operação no trem; monitores de LCD incorporados ao acabamento do salão de passageiros, e os freios possuem sistemas de controle de deslizamento e controle de patinagem para garantir uma parada suave.

Frota P

N° de trens: 26
Nº de carros: 156
Fabricante: CAF
Modernização dos trens das frotas das Linhas 1 e 3.
A partir de 2009, iniciou-se o processo de modernização dos trens das frotas das linhas 1 e 3, com aproveitamento apenas das estruturas do carro e os truques.

LINHA 15-PRATA

O Metrô de São Paulo,mais uma vez por tradição,implantou o
monotrilho,um modal com tecnologia de ponta.Esta linha iniciou a
operação a partir do segundo semestre de 2014

Frota M

Nº de trens: 54
N° de carros: 378
Fabricante: Bombardier

NOVIDADE-TREM CHINÊS

Primeiro trem chinês da Linha 13-Jade da CPTM esta no Brasil e foi fabricado pela empresa CRRC-Sifang. Em testes nos sistemas elétricos, mecânico e de sinalização para então entrar em operação no sistema que liga ao Aeroporto de Guarulhos.
Eles trazem como diferenciais bagageiros sobre os assentos e entre as passagens dos vagões. Também trazem um mapa dinâmico de estações e botão de abertura das portas.

Evolução Tecnológica – Metrô SP

Fontes: www.metrosp.blog.br
www.metro.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *