Skip to main content
Monotrilho - Novas Estações

Metrô SP: Novas Estações no Monotrilho

Monotrilho – Novas Estações

As estações Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus da Linha15-Prata do monotrilho foram inauguradas.

As estações Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus da Linha15- Prata do monotrilho foram inauguradas segunda feira, 16 de dezembro na Avenida Sapopemba, na Zona leste da cidade de São Paulo. Com isso, a rede de trilhos do Metrô de São Paulo passou a ter 101 km de extensão.

As estações estão abertas ao publico a partir das 10h e terão funcionamento parcial. As estações vão operar em horário reduzido, das 10h às 15h, até janeiro de 2020, quando passarão a funcionar integralmente das 4h40 à 0h.

Com a inauguração, a Linha15-Prata passa a operar com dez estações. As outras estações em funcionamento são:

  • Vila Prudente
  • Oratório
  • São Lucas
  • Camilo Haddad
  • Vila Tolstói
  • Vila União
  • Jardim Planalto

A linha Prata faz conexão com a Linha 2-Verde do Metrô, na estação Vila Prudente.

Segundo informação do governo do estado, até dezembro de 2022, a linha deve integrar com a Cidade Tiradentes.

Após oito meses com as obras paradas, o governo de São Paulo retomou a construção do monotrilho no final de abril de 2019. As obras foram retomadas após a linha ser concedida ao Grupo CCR, em um leilão em março.

Histórico:

A Linha 15- Prata começou a ser construída em 2009. O projeto previa ligar a Vila Prudente até Cidade Tiradentes.

As primeiras duas estações, Oratório e Vila Prudente Ficaram prontas em 2014.

Em abril de 2018, foram abertas quatro estações: São Lucas, Camilo Haddad, Vila Tolstói e Vila União.

No final de abril de 2019, depois de oito meses com obras paradas, foi retomada a construção do monotrilho.

Quando estiver pronta, a Linha 15-Prata irá atender mais de 400 mil passageiros por dia.

Leia também:

Monotrilho – Novas Estações

O monotrilho da Linha15-Prata completou cinco anos em operação no dia 30 de agosto deste ano.

O sistema de monotrilho da Linha 15-Prata do Metrô de São Paulo é o primeiro a ser utilizado como meio de transporte publico urbano de alta capacidade do mundo. O monotrilho da Linha15-Prata é movido à eletricidade, utiliza pneus de borracha e tem a tecnologia “driveless” que dispensa a necessidade de condutor, podendo atingir velocidade de até 80 km/h, alem de ser o de maior capacidade de transporte de passageiros no mundo com 40 mil passageiros por hora, por sentido, totalizando 500 mil usuários por dia, superando inclusive o sistema existente na cidade de Tóquio que detém esse titulo atualmente e que serviu de inspiração para o sistema paulista.

As composições da Linha 15-Prata são de produção da empresa canadense Bombardier em sua fábrica na cidade de Hortolândia, interior do estado de São Paulo. A Linha 15, implantada em um projeto moderno e arrojado, é o primeiro monotrilho de alta capacidade de transporte do Brasil e conecta as regiões leste e sudeste a toda a rede de trilhos de São Paulo.

Monotrilho é uma ferrovia constituída por um único trilho, em oposição às ferrovias tradicionais que possuem dois trilhos paralelos. Um dos mais antigos monotrilhos do mundo foi construído em 1901 na Alemanha e ainda encontra-se em funcionamento.

Monotrilho – Novas Estações

Fontes:
www.metrosp.blog.br
www.g1.globo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *