Skip to main content

Metro SP em Manutenção

Metro SP em Manutenção

Metro SP em Manutenção

Manutenção

A execução de um eficiente Plano de Manutenção Programada é fundamental para o funcionamento e segurança de um sistema de Metrô.

Logística de Manutenção

Um eficiente Plano de Manutenção Preventiva e Preditiva submete a frota de trens à manutenção periódica quando são efetuadas:

  • inspeções
  • medições
  • testes de funcionamento de sistemas e componentes
  • substituições de itens de desgaste
  • lubrificações
  • substituições programadas de equipamentos e componentes
  • atuações em equipamentos com base nas informações visuais
  • limpeza técnica dos trens (retirada de pó com a utilização de ar comprimido em equipamentos específicos e higienização do sistema
    de ar condicionado)

A logística de atendimento considera os seguintes universos básicos:

  • Material Rodante (trens)
  • Equipamentos fixos (escadas rolantes, ventilação, sustações, etc.)
  • Edificações e Estruturas Civis

Para o Material Rodante, a primeira tarefa consiste em deslocar os trens para os pátios de manutenção, onde existem recursos e condições especificas apropriada (valas, pontes, rolantes, oficinas de grande porte, linhas de testes, torno para usinagem de rodas,maquina de lavar trens, etc.)
Para os Equipamentos Fixos, as equipes devem deslocar-se até os equipamentos que estão instalados ao longo das linhas, manutenção de Edificações e Estruturas Civis.

Leia também:

Metro SP em Manutenção

MANUTENÇÃO DURANTE A MADRUGADA!

Metro SP em Manutenção

Nos Equipamentos de Via Permanente, são efetuadas inspeções, substituição de trilhos, correções topográficas, reaperto de fixações, solda de trilhos, reperfilamento e inspeção ultrassônica de trilhos, substituição de componentes danificados (isoladores, fixações, dormentes, lâmpadas, etc.) e limpeza e lavagem de via.
Nos Equipamentos de Controle, são efetuados inspeções e testes nos diversos módulos eletrônicos instalados em estações e vias.
Nas Áreas Internas e Externas desenvolve-se um amplo e rigoroso programa de desratização (os ratos são os grandes inimigos:
roedores podem danificar fios e cabos, colocando em risco a
segurança do Metro) e desinsetização. Essas operações são repetidas
sistematicamente.

Fazem parte da infraestrutura:

Os veículos auxiliares (trem esmerilhador de trilhos, maquina socadora das britas, tratores.)
Hoje o metro utiliza 5 pátios de manutenção:

Metro SP em Manutenção

Estes pátios além de abrigarem a parte administrativa da manutenção são onde se desenvolvem as atividades substanciais, tais como:

Manutenção preventiva, preditiva e corretiva de trens;Reparo de equipamentos em oficinas mecânicas, elétricas e eletrônicas; Armazenamento e distribuição de materiais com qualidade necessária à manutenção;
Limpeza externa e interna de todos os carros que compõem os trens.

Existem bases de manutenção distribuídas em vários trechos das linhas, cujo objetivo é tornar menores e mais rápidos os deslocamentos das equipes para as diversas tarefas, com vistas inclusive, ao pronto restabelecimento dos serviços.
Sistematicamente, mediante Planos de Manutenção Preventiva, são
efetuadas nos equipamentos auxiliares eletromecânicos
inspeções,ajustes,testes,lubrificações,limpeza e substituições de itens
de desgaste em: escadas rolantes,bombas,ventiladores,consoles,painéis de luz e equipamentos suportes no pátios.

Sistemas de Gestão-Certificação

A manutenção do Metrô de São Paulo esta certificada nos seguintes
Sistemas de Gestão:
Qualidade, desde 2000, cuja norma de Certificação é a ABNT NBR
ISSO 9001.
Segurança e Saúde Ocupacional, certificada desde 2006, na Norma BS OHSAS 18001.
Ambiental, desde 2008, pela Norma ABNT NBR ISSO 14001.
Esses Sistemas de Gestão são periodicamente auditados por
Organismos Certificadores Credenciados que avaliam o grau de atendimento dos requisitos da Normas de Certificação.

Metro SP em Manutenção

Fonte: www.metrosp.blog.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *