Skip to main content
Monotrilho Parado - Metro SP

Monotrilho Parado – Metro SP

Monotrilho Parado – Metro SP

A linha 15-Prata do Metrô, monotrilho, vai continuar fechada nesta quarta (4).

Os problemas começaram na quinta-feira (27),quando um pneu de um trem se rompeu na saída da estação Jardim Planalto,por volta das 6h40.
A composição foi recolhida, mas no domingo (1º) o Metrô decidiu fechar a linha após testes terem constatado o problema em outros trens do monotrilho.

A companhia não dá prazo para a reabertura da linha

A Linha 15-Prata liga a Vila Prudente a São Mateus, na zona leste da capital paulista. O problema com o monotrilho começou na ultima
quinta-feira (27), quando um pneu dos trens se rompeu.

Monotrilho Parado - Metro SP

Diferentemente dos metros convencionais, que correm sobre trilhos, o monotrilho anda sobre pneus de borracha. O Metrô, que é responsável pela linha, interrompeu a circulação da Linha 15 no fim de semana, para fazer testes no sistema de controle e movimentação dos trens.

Nesses testes, a companhia afirma que constatou danos em outros pneus dos trens e que acionou a fabricante dos vagões, a empresa canadense Bombardier, além da construtora da via, o Consorcio CEML (formado por Queiroz Galvão, OAS e Bombardier), para analisar a causa do problema, corrigi-lo e arcar com os prejuízos da paralisação.

De acordo com o Metrô, a falha encontra-se no sistema “run flat”, dispositivos que ficam nas rodas e garantem a movimentação do trem em casos de anormalidades, como pneus furados ou murchos.
Em nota, a Bombardier afirmou que recomendou a remoção da frota de 23 trens para inspeção por especialistas da empresa e não deu prazo para a volta da operação.

Leia também:

Arte, Cultura e Lazer – Metro SP

Metrô SP: Carnaval 2020

Monotrilho Parado – Metro SP

Histórico dos Incidentes:

O estouro do pneu é mais um de uma serie de incidentes que a linha já enfrentou. Em janeiro de 2019, um equipamento chamado terceiro trilho, que fornece energia aos trens, se soltou e ficou pendurado a 15 metros do solo. Um dia depois, dois trens acabaram se chocandocomo os vagões estavam vazios, ninguém se feriu. Em maio do ano passado, um pneu saiu do seu eixo, impedindo o trem de realizar a manobra-a composição ficou travada sobre as vigas. E, no mês de
junho do ano passado, o muro da estação Camilo Haddad desabou sobre a escada que dá acesso à plataforma.

MONOTRILHO

Monotrilho é uma ferrovia constituída por um único trilho, em oposição às ferrovias tradicionais (inclusive o metro) que possuem dois trilhos paralelos. Um dos mais antigos monotrilhos do mundo foi construído em 1901 na Alemanha e ainda se encontra em funcionamento.

Tipos de monotrilhos:

  • Nos monotrilhos suspensos o veiculo esta localizado debaixo do trilho e suspenso por cima
  • No modelo mais popular, o veiculo encaixa-se sobre o trilho.

Linha 15-Prata:

O sistema de monotrilho da Linha 15-Prata do Metro de São Paulo é o primeiro utilizado como meio de transporte publico urbano de alta capacidade do mundo. O monotrilho da Linha 15-Prata é movido à eletricidade, utiliza pneus de borracha e tem a tecnologia “driverless” que dispensa a necessidade de condutor, podendo atingir velocidade de até 80 km/h, além de ser o de maior capacidade de transporte de passageiros no mundo com 40 mil passageiros por hora, por sentido, totalizando 500 mil usuários por dia.
As composições da Linha-15 Prata são de produção da empresa canadense Bombardier em sua fabrica na cidade de Hortolândia, interior do estado de São Paulo.

 

Monotrilho Parado – Metro SP

Fontes:

www.metrosp.blog.com
www.folha.uol.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *